Livro "A Educação, a Cultura e a Não-Violência na América Latina" (Download gratuito)




 Para DOWNLOAD gratuito do livro

______________________________________________

APRESENTAÇÃO

Valdo Barcelos
Carlos Giovani Delevati Pasini
João Lemes
Élvio de Carvalho
Alysson do Amaral
Lucy Hellen Coutinho Almeida
(Orgs.)

Apresentar o livro “A educação, a cultura e a não-violência na América Latina” é uma responsabilidade que nos agrada, tendo em vista a parceria proativa que obtivemos de todos os componentes da obra, que se prontificaram a executar as tarefas necessárias para que pudéssemos lançá-la no primeiro semestre de 2020.
A eficácia dos participantes da coletânea, com meta única estabelecida, que agora o leitor tem em mãos, colocou-nos na liderança de indivíduos livres, posição de organizadores de textos de autores inteligentíssimos, independentes, que pensam a paz no cotidiano de suas vidas.
Esta publicação internacional é fruto de um projeto de integração literária e científica em torno das grandes áreas da educação, da cultura e da não-violência na América Latina. Ela possui publicações de autores dos seguintes países, em ordem alfabética: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Paraguai, Venezuela e mais um participante convidado da Espanha.
A ideia da execução do livro surgiu a partir do Encontro de Escritores do MERCOSUL, realizado em meados de 2019, na cidade de Asunción, capital do Paraguai, quando alguns dos integrantes do grupo KITANDA[1] e do projeto LABIRINTOS[2] participaram como palestrantes[3] do evento.
Na visão dos diversos protagonistas da obra, de acordo com a sua historicidade e estilo, o leitor irá se deparar com obras de cunho acadêmico-científico e outras de organização criativa e literária. Todas, contudo, terão o mesmo eixo de desenvolvimento: a busca da não-violência, ou seja, a difusão da paz.
A ideia original do título da obra era “A educação, a cultura e a violência na América Latina”, mas percebemos que o interesse comum era tratar da não propagação do ressentimento, do ódio, das mágoas e, sim, difundir a ideia da paz e da cidadania. Por isso, acrescentamos intencionalmente a negativa “não”, transformando o eixo para não-violência na América Latina.


É fato que a educação e a cultura já possuem o seu caráter transformador, ocupando o lugar merecido de destaque na história de nossos povos e, por consequência, no corpo do texto. Acreditamos, contudo, que este livro contribui um pouco mais para o debate do assunto, do processo de sociabilização e de amorosidade nos espaços educativos e intelectuais de nossa latinidade.
Por fim, cabe destacar que todos nós, os participantes do livro, tomamos consciência da importância de nosso papel no processo de contribuição para o avanço de nossos povos no contexto da América Latina, nos assuntos tomados como foco dessa coletânea. Esperamos que você possa crescer, no decorrer da leitura ou pesquisa científica no livro, pois em um primeiro momento, tais textos custaram um grande empenho de nossa parte.
Parabéns a todos nós, autores e autoras, pela consecução de mais esse objetivo intelecto-profissional.



Agradecemos, também, aos leitores que investiram ou investirão tempo na leitura de nossa arte.
 Os (as) organizadores(as)
Santa Maria, RS, fevereiro de 2020.






[1] O grupo KITANDA: Educação e Intercultura é coordenado pelo Prof. Dr. Valdo Barcelos (Centro de Educação da UFSM) e pesquisa educação e intercultura, sendo cadastrado no CNPQ.
[2] O projeto LABIRINTOS é coordenado pelo Prof. Dr. Carlos Giovani Delevati Pasini e relaciona literatura e educação. O grupo é conveniado ao grupo KITANDA e envolve alunos do ensino médio e superior.
[3] Palestrantes Carlos Giovani Delevati Pasini e João Lemes.

Post a Comment

Agradecemos a sua postagem. Brevemente entraremos em contato!

Postagem Anterior Próxima Postagem